1 de setembro de 2017

Livros Nacionais & Independentes | Shimandur: A cidade da chuva

Shimandur: A cidade da chuva, de Caio Alexandre Bezarias, é uma fantasia inspirada na forma como São Paulo administra seus cursos d’água. Conheça o livro:

Título: Shimandur: A cidade da chuva
Autor: Caio Alexandre Bezarias
Ano de publicação: 2015
Editora: Devir Livraria
Número de páginas: 160
Adicione: Skoob | Goodreads
Sinopse: Uma cidade amaldiçoada pela chuva. Em Shimandur a água, fonte da vida, desperta poderes mágicos escondidos no solo para trazer caos e morte. A cidade que um grupo de adolescentes quer libertar da maldição que esmaga a vida de todos. Shimandur é a maior, mais rica e poderosa cidade do Valesh, o continente meridional do mundo fictício desta narrativa de fantasia urbana. Mas essa metrópole é conhecida e citada menos por seu poder e riqueza, do que ser terrível e fabulosa. Uma cidade repleta de magia e de magos, em um mundo em que a magia tornou-se escassa, temida e admirada. A cidade amaldiçoada. O lugar em que água da chuva, ao tocar o solo carregado de manah — a misteriosa força primordial, “o sangue, a essência do universo” — convoca milenares torres gigantes das profundezas da terra para rasgar as ruas, destruir e esmagar, transforma cadáveres e ossadas de animais em monstros sanguinários. Uma cidade em que um festival de horrores e morte sempre retorna a cada tempestade ou chuvisco. Assim é há mais de cem anos. Alex e seus amigos sobrevivem em Shimandur, não mais suportam suas vidas e sua cidade e querem que tudo seja diferente. Uma noite, em uma taverna decrépita encontram Charles, um estranho músico que diz saber como atingir a Torre Máxima, o centro da Floresta dos Pesadelos Encarnados, de onde, conta-se nas ruas, parte a maldição que castiga a Cidade da Chuva. Uma história de fantasia sobre a busca por viver sem medo e o que acontece a um povo que trata a água e o mundo natural com desrespeito.

Sobre o livro

A novela surgiu a partir de uma inquietação que acompanha o autor há vários anos: como e porque São Paulo maltrata tanto seus cursos d´água, sofre muito por isso e no entanto continua a praticar e perpetuar essa estupidez. Pois Shimandur, a cidade fictícia em que se passa a novela, amaldiçoada por um feitiço, é uma versão distorcida e sobrenatural de São Paulo, criada pela intersecção entre pesquisa e imaginação.

O livro narra a tentativa de um grupo de amigos, adolescentes fartos da vida aterrorizada e restrita que levam, de encontrar a fonte da maldição e destruí-la. Para isso, contam com o conhecimento de um estranho músico que conhecem em um bar e os poderes de uma maga, cética quanto ao sucesso da missão.

Para mais informações, acesse a página de Shimandur: A cidade da chuva no Facebook.


Assine a newsletter!
Receba em seu e-mail, mensalmente, novidades para escritores, leitores e blogueiros, conteúdo exclusivo e os últimos posts do SI&F.

ou siga as atualizações do blog nas redes sociais:
Facebook | Twitter | Google + | Instagram | Pinterest

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para deixar opiniões, dúvidas e sugestões. Se tiver um blog, deixe o link ao final de seu comentário para que eu possa visitá-lo.

Ao comentar, tenha bom senso (ou leia isto), de modo a evitar que seu comentário não seja publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...