29 de novembro de 2016

Resenha | Noites Negras de Natal e outras histórias

Título: Noites Negras de Natal e outras histórias
Autoras: Karen Alvares e Melissa de Sá
Ano de publicação: 2012
Editora: Independente
Número de páginas: 64
Compre Noites Negras de Natal e outras histórias
Sinopse: Um casal numa jornada sombria, um jovem isolado com os sobrinhos em um sítio macabro no interior de Minas, operários numa obra suspeita e uma mulher amaldiçoada. São esses os personagens que você vai encontrar em Noites Negras de Natal e outras histórias.
Nessa coleção de 4 contos, as escritoras Karen Alvares e Melissa de Sá se lançam em histórias sobre o que tem no escuro da noite e atrás da porta. 4 contos de terror, dos quais 2 são especiais natalinos.
Do que você tem medo no Natal?

Noites Negras de Natal e outras histórias é um livro com quatro contos de terror, dois de Karen Alvares e dois de Melissa de Sá. Abaixo, você pode conferir a minha opinião sobre cada um deles:

O Último Panetone de Natal (Karen Alvares)


O Natal se aproxima, e faltam poucos dias para completar um ano da morte dos pais de Rafaela, e por isso ela e Pablo, seu namorado, viajam para o mesmo local onde os pais da moça morreram — Rafaela sente que é necessário, que só assim conseguirá superar. No entanto, um dia de viagem não é suficiente, e decidem parar em uma pousada no meio do nada, onde são atendidos por uma velha.

Gostei da escrita, e gostei especialmente dos personagens. A narrativa é em terceira pessoa e sob o ponto de vista de Pablo, e foi bastante eficiente em construir o clima de tensão. Os personagens foram bem caracterizados, especialmente considerando a extensão do conto. A autora teve o cuidado de lhes dar características suficientes para que soassem críveis — duas pessoas comuns que têm seus medos e problemas para enfrentar. Gostei do clímax, apesar de ele não ter me assustado — foi uma surpresa e tanto.




Lembranças Vermelhas (Melissa de Sá)


É véspera de Natal, mas Julian não quer estar com o irmão, André, e sua esposa estrangeira, que tem dois filhos. Aquela tinha tudo para ser uma noite quente e tediosa de Natal, mas, assim que André e a esposa deixam a casa para socorrer a irmã dos dois, presa na rodovia devido à chuva, coisas estranhas começam a acontecer.

A narrativa, em terceira pessoa e sob o ponto de vista de Julian, foi bastante imersiva. Consegui sentir a noite quente e consegui ouvir o temporal de verão. O clima de mistério e tensão, especialmente, foi muito bem construído. É aquele tipo de narrativa que te dá vontade de entrar na história e dizer para o personagem sair logo dali. E isso só foi possível porque Julian é um personagem crível, com quem é possível ao menos simpatizar, então o medo dele se transmite para o leitor. Mas a melhor parte do conto é justamente que ele não foca em monstros ou outros elementos sobrenaturais, e sim no mistério e na sensação de que algo está acontecendo, de que tem alguém vindo. Foi uma leitura bem gostosa de fazer.




Setor B12 (Karen Alvares)


Beto está há nove meses desempregado e desesperado por um emprego. Por isso, não se importa com os boatos estranhos que rondam a obra em que pretende trabalhar — tudo o que importa é estar empregado outra vez. Beto resiste até mesmo quando um dos boatos se confirma e mortes estranhas começam a acontecer na obra.

Como no outro conto da Karen Alvares, a narrativa é bastante imersiva e os personagens, bastante críveis. Gostei de como foi desenvolvido o mistério ao redor da obra e das mortes. Quando a grande revelação foi feita, porém, acabei me decepcionando um pouco. Achei que o conto explicou demais — um pouquinho mais de mistério teria dado o toque assustador necessário. Além disso, o elemento sobrenatural escolhido não me agradou muito (mas isso é algo mais particular mesmo).





A Morte do Cisne (Melissa de Sá)


A Morte do Cisne é o conto com mais elementos sobrenaturais e fantásticos da antologia. Sua protagonista é Odette, uma mulher amaldiçoada a viver como um cisne, sendo que conta com apenas algumas horas de humanidade por dia.

O conto é narrado em primeira pessoa, no tempo presente, e é bem escrito. Apesar disso, acabou sendo o que menos me agradou nessa antologia. É um conto que levanta temas como a morte, o amor, traições e conspirações, mas seu enfoque é na fuga desesperada de Odette, e talvez esteja aí o problema que me fez não gostar muito. Pouco se fala sobre as motivações de Rothbart, o vilão, ou Siegfried, o príncipe, e embora o foco seja Odette e seu dilema com a perda da humanidade (o que não deixa de ser interessante), eu gostaria de ter podido saber um pouco mais sobre eles. O conto terminou me dando a sensação de que não atingiu todo o seu potencial.





Outros livros de Karen Alvares e Melissa de Sá:

Antologias:
  • Contos Azul (Karen Alvares) e A Torre e o Dragão (Melissa de Sá) na Trasgo #1, junto de outros autores;
  • Duas doses de amor (contos de Karen Alvares e Melissa de Sá).


Melissa de Sá:


Karen Alvares:

Eu adquiri Noites Negras de Natal e outras histórias na primeira edição do Pacotão Literário, mas o e-book está disponível na Amazon.



Assine a newsletter
Receba em seu e-mail, mensalmente, novidades para escritores, leitores e blogueiros, conteúdo exclusivo e os últimos posts do SI&F.

ou siga as atualizações do blog nas redes sociais:
Facebook | Twitter | Google + | Instagram | Pinterest

Um comentário :

  1. Parabéns pelas resenhas. Obras interessantes e que tem sempre um ar sobrenatural ;)

    ResponderExcluir

Sinta-se à vontade para deixar opiniões, dúvidas e sugestões. Se tiver um blog, deixe o link ao final de seu comentário para que eu possa visitá-lo.

Ao comentar, tenha bom senso (ou leia isto), de modo a evitar que seu comentário não seja publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...