3 de outubro de 2016

Resenha | Alameda dos Pesadelos

Título: Alameda dos Pesadelos
Autor: Karen Alvares
Ano de publicação: 2014
Editora: Cata-Vento
Número de páginas: 263
Sinopse: Vívian era apenas uma mulher solitária, com uma vida normal, presa em sua rotina sem graça, até a noite em que presencia um acidente. A partir daí seu pesadelo começa; ela passa a ter visões de um homem que conheceu no passado e desejava nunca mais encontrar. E o pior: ele quer vingança.
Até que ponto um pesadelo é fruto da imaginação? Vívian descobre que o limite entre a alucinação e a realidade é tão pequeno que a loucura está a apenas um passo de distância e o pesadelo pode estar escondido na nossa mente, como um monstro à espreita, esperando sua chance de despertar. E para escapar do seu horror particular, Vívian precisará entender quais foram seus erros. E finalmente aceitar a própria culpa.

Vívian é uma pessoa comum, que enfrenta um emprego de que não gosta tanto e o trânsito intenso de São Paulo todos os dias. Sendo mãe solteira, mora com o pai e o filho em um pequeno apartamento. Sua história começa a ser contada em um dia aparentemente comum, em que retorna do trabalho em uma sexta-feira que não seria muito diferente de todas as outras exceto por um acidente que ela presencia através da janela do ônibus. Vivian não dá tanta atenção ao acidente — afinal, não é algo tão fora do comum — e procura seguir com sua vida. No dia seguinte, porém, em um passeio com o filho, ela fica preocupada ao avistar Gabriel, o pai do garoto, com quem teve uma relação bastante conturbada. Depois disso, coisas estranhas — aparentemente sobrenaturais — começam a acontecer na vida de Vivian.

Logo no início, a narrativa me fisgou. Apesar de a autora contar um pouco quando teria sido melhor mostrar, eu consegui me sentir dentro da história e o mistério me fez ansiar por virar as páginas. Vivian se sente ameaçada por Gabriel, que faz aparições bastante estranhas, e a tensão e o mistério aumentam de forma gradativa, até que temos a primeira grande surpresa do livro.

Essa parte realmente me surpreendeu — algumas pistas dadas no início do livro me fizeram esperar um caminho diferente. No entanto, assim que entendi o que estava acontecendo, já liguei os pontos e saquei todo o mistério, e a segunda grande revelação não foi nenhuma surpresa para mim. Ainda assim, o livro continuou me prendendo, porque embora eu soubesse o que iria acontecer, eu estava curiosa para saber quando e como isso aconteceria, e ainda havia algumas coisas a serem explicadas.

Mas também teve outra coisa que me incomodou no livro: os elementos sobrenaturais não pareceram se encaixar tão bem com a vida cotidiana de Vivian. A segunda parte do livro contrastou bastante com a primeira. Mas creio que o problema não foi o elemento sobrenatural escolhido, e sim a forma como foi abordado: a autora não conseguiu fazer com que parecesse verossímil na segunda parte do livro — o que tinha conseguido fazer na primeira, em que o sobrenatural se mostrou algo plausível, mas ainda assim estranho e instigante.

Quanto aos personagens, gostei da forma como foram caracterizados, especialmente Vivian e Gabriel, que tiveram destaque. Eles são humanos, com emoções, medos e desejos (alguns nem tão nobres assim), de forma que Vivian se tornou uma protagonista interessante, e Gabriel, um bom antagonista. Os demais personagens também foram bem caracterizados dentro do papel que tiveram, e não foram mais explorados porque realmente não eram o foco. A única personagem de que não gostei foi a vilã. Ela não tem motivações, ela é simplesmente má — o que a deixou caricata e desinteressante, e contribuiu um pouco para o ar um tanto inverossímil da segunda parte do livro.

O final não trouxe grandes revelações (ao menos, não trouxe nada que eu já não esperasse), mas foi satisfatório, apesar de a narrativa ter ficado um tanto apressada nos últimos capítulos. No geral, Alameda dos Pesadelos foi um livro que me prendeu e do qual gostei bastante, apesar dos defeitos que apontei.

Alameda dos Pesadelos foi adquirido no segundo Pacotão Literário (clique aqui e saiba mais sobre a iniciativa).

Avaliação:

Trama: 3
Narrativa: 3
Personagens: 3
Caracterização: 4
Coerência: 4
Criatividade: 4
Revisão: 4


Outros livros de Karen Alvares:
Duologia do Espelho:

Alameda dos Pesadelos.

Antologias:

Contos:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para deixar opiniões, dúvidas e sugestões. Se tiver um blog, deixe o link ao final de seu comentário para que eu possa visitá-lo.

Ao comentar, tenha bom senso (ou leia isto), de modo a evitar que seu comentário não seja publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...