17 de agosto de 2015

[Resenha] República de Ladrões

Título: República de Ladrões (Nobres Vigaristas #3)
Autor: Scott Lynch
Ano de publicação: 2015
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 544
Sinopse: Envenenado e à beira da morte, Locke Lamora segue para o norte com seu parceiro, Jean Tannen, em busca de refúgio e de um alquimista para curá-lo. Porém, a verdade é que ninguém pode salvá-lo. Com a sorte, o dinheiro e a esperança esgotados, os Nobres Vigaristas recebem uma oferta de seus arquirrivais, os Magos-Servidores.
As eleições do conselho dos magos se aproximam e as facções precisam de alguém para fazer o trabalho sujo, manipulando votos. Se Locke aceitar, o veneno será purgado de seu corpo com o uso de magia – mas o processo será tão excruciante que ele vai desejar morrer.Locke acaba cedendo ao saber que o partido da oposição contará com uma mulher do seu passado: Sabeta Belacoros, a única pessoa capaz de se igualar a ele nas habilidades criminosas e mandar em seu coração. Novamente em uma disputa para ver quem é o mais inteligente, Locke precisa se decidir entre enfrentar Sabeta ou cortejá-la, e a vida dos dois pode depender dessa decisão.República de ladrões leva o leitor ao início da vida de Locke enquanto flerta com o seu fim, revelando todos os matizes de Sabeta e de seu relacionamento com o líder dos Nobres Vigaristas. Misturando momentos tensos e cômicos do passado e do presente, esta obra é, até agora, a melhor de Scott Lynch.

Locke foi envenenado e, junto de Jean e à beira da morte, segue para Lashani. Jean procura pela cura desesperadamente, mas nenhum alquimista ou galeno residente na cidade possui a resposta. Por fim, são abordados por Arquidama Paciência, uma Maga-Servidora, que se oferece para remover o veneno do organismo de Locke em troca de ajuda para manipular os votos da eleição dos magos a favor dela. Relutantemente, Locke aceita o acordo, enquanto a oposição conta com a ajuda de Sabeta, antiga integrante dos Nobres Vigaristas e ex-namorada de Locke.

Essa trama se intercala com flashbacks, em que é desenvolvida toda a relação entre Locke e Sabeta desde que eles se conheceram ainda no Morro das Sombras. Além dos interlúdios, temos também as interseções, que mostram diálogos entre os magos e nos ajudam a compreender, ao final do livro, os verdadeiros objetivos da eleição.

Com essas duas tramas correndo em paralelo, o livro me prendeu do início ao fim. Neste livro, o autor liga as tramas que anteriormente pareciam totalmente independentes por meio de algumas revelações (uma delas muito chocante) e finalmente dá atenção aos Magos-Servidores e à magia, explorando as diferentes facções e o suposto motivo (este muito interessante) por que se organizam como prestadores de serviços.

O relacionamento entre Locke e Sabeta é o foco neste livro, mas nem por isso deixamos de ver as mais variadas tramoias enquanto os dois tentam se sabotar mutuamente a fim de cumprirem seus contratos com os magos (o que inclui Locke fingindo uma convulsão em público num dos momentos mais engraçados do livro). Apesar de não serem golpes tão grandiosos quanto os dos livros anteriores, não deixam de destacar a inteligência e a criatividade tanto de Locke quanto de Sabeta, que praticamente se equiparam.

Nos flashbacks, temos Locke e Sabeta usando suas habilidades em conjunto para se livrarem de grandes enrascadas, quando seu verdadeiro intuito se resumia a apenas representar uma peça — que dá título ao livro — em mais uma das tarefas que Correntes demandou.

Porém, tanto no presente quanto no passado, as tramas foram bem amarradas e o confronto entre duas pessoas de inteligência equiparável e que conhecem os truques um do outro deram imprevisibilidade ao enredo, fazendo-me avançar pelas páginas na ânsia de saber qual seria o resultado. Como sempre, as reviravoltas são inteligentes, do tipo que fazem o leitor pensar não pode ser!

A narrativa está mais fluída neste livro, e as descrições, que me incomodaram um pouco no livro anterior, neste se encaixaram bem com o restante do texto, contribuindo para que as páginas se virassem rapidamente.

Os personagens constituem uma das melhores partes do livro. Finalmente conhecemos Sabeta e entendemos suas motivações. Seu relacionamento com Locke foi muito bem construído nos flashbacks e bem explorado no presente (apesar de a amizade de Jean e Locke ter ficado em segundo plano). Nos flashbacks, temos o retorno de Calo, Galdo e Correntes, o que rendeu ótimos momentos ao longo dos livros. Além disso, o suposto passado de Locke foi revelado no que constituiu uma das mais chocantes revelações do livro, e também conhecemos seu verdadeiro nome (aquele que ele confidenciou a Jean logo antes de fugir de Camorr).

O mundo mais uma vez é expandido. Conhecemos mais cidades, como Lashane, Kartane e Espara (esta nos flashbacks), apesar de o autor ter muito mais a nos mostrar. Também ficamos sabendo mais sobre os Ancestres e temos uma sugestão do motivo que os teria levado a desaparecer. Sobre a magia, nos foi revelado muito pouco (o foco são as eleições e poucos magos aparecem), ainda assim, o pouco que foi mostrado soou muito coerente, e fiquei com a sensação de que esse assunto será retomado nos próximos volumes.

O final chega com uma solução inesperada ao embate entre Locke e Sabeta, mas que soou muito adequada, e deixa algumas pontas soltas que farão todos os fãs implorarem pelo próximo volume.

A República de Ladrões, tendo deixado a genialidade dos golpes de Locke em segundo plano, não foi melhor que os dois volumes anteriores, porém, não deixou de ser uma leitura muitíssimo agradável e divertida.

Avaliação:

Trama: 4
Narrativa: 5
Personagens: 5
Caracterização: 5
Coerência: 5
Criatividade: 4
Revisão: 4


A série Nobres Vigaristas:
  1. As Mentiras de Locke Lamora
  2. Mares de Sangue
  3. A República de Ladrões
  4. The Thorn of Emberlain (a ser publicado no exterior ainda em 2015)
  5. The Ministry of Necessity
  6. The Mage and the Master Spy
  7. Inherit the Night
The Bastards and the Knives (livro extra com dois contos)

Um comentário :

  1. Esse finalzinho aí foi pra matar qualquer um do coração, preciso logo do 4º livro!! haha

    http://desbravandolivros.blogspot.com/2015/05/resenha-republica-de-ladroes-scott-lynch.html

    ResponderExcluir

Sinta-se à vontade para deixar opiniões, dúvidas e sugestões. Se tiver um blog, deixe o link ao final de seu comentário para que eu possa visitá-lo.

Ao comentar, tenha bom senso (ou leia isto), de modo a evitar que seu comentário não seja publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...