1 de agosto de 2013

Resenha | Em Chamas

Título: Em Chamas (Jogos Vorazes #2)
Autora: Suzanne Collins
Ano de publicação: 2011
Editora: Rocco
Número de páginas: 413
Compre: Amazon | Submarino | Saraiva
Sinopse (Skoob): Depois da improvável e inusitada vitória de Katniss Everdeen e Peeta Mellark nos últimos Jogos Vorazes, algo parece ter mudado para sempre em Panem. Aqui e ali, distúrbios e agitações dão sinais de que uma revolta é iminente. Katniss e Peeta, representantes do paupérrimo Distrito 12, não apenas venceram os Jogos, mas ridicularizaram o governo e conseguiram fazer todos - incluindo o próprio Peeta - acreditarem que são um casal apaixonado. A confusão na cabeça de Katniss não é menor do que a das ruas. Em meio ao turbilhão, ela pensa cada vez mais em seu melhor amigo, o jovem caçador Gale, mas é obrigada a fingir que o romance com Peeta é real. Já o governo parece especialmente preocupado com a influência que os dois adolescentes vitoriosos - transformados em verdadeiros ídolos nacionais - podem ter na população. Por isso, existem planos especiais para mantê-los sob controle, mesmo que isso signifique forçá-los a lutar novamente.

ATENÇÃO: A resenha a seguir contém spoilers do primeiro volume da trilogia Jogos Vorazes.

Após vencerem a septuagésima quarta edição dos Jogos Vorazes, Peeta Mellark e Katniss Everdeen, agora ricos, residem com suas famílias na Aldeia dos Vitoriosos, um local reservado apenas para aqueles que venceram os Jogos Vorazes. Entretanto, suas vidas não se tornaram mais fáceis. O episódio das amoras, em que Katniss sugeriu que ela e Peeta morressem, sem que restasse um vitorioso naquele ano, foi visto pelos residentes da Capital como um gesto de amor de Katniss por Peeta, entretanto, as populações dos distritos o interpretaram como uma rebeldia, e tomaram coragem para se insurgir contra a Capital. Assim, a fim evitar pôr a si e à sua família em risco, Katniss deve convencer toda a população dos distritos de que realmente está apaixonada por Peeta, que seu ato de apanhar as amoras venenosas não tinha nada a ver com rebeldia.

Assim, ao longo do livro, acompanhamos Katniss na Turnê da Vitória, onde ela e Peeta passam por cerimônias em todos os distritos, tendo que interpretar o papel de adolescentes apaixonados e flagrando alguns atos de rebeldia — e a repressão destes pela Capital. Nesta parte, entretanto, creio que tenha faltado alguma coisa; fiquei curiosa para saber como era a cultura de cada distrito — pois, aparentemente, cada um possui seu modo de vida, suas tradições. Contudo, a autora mal os descreve (à exceção distrito 11), como se tivesse um limite de tempo ou de páginas; em algumas cenas isto se repete, falta um pouco de elaboração em algumas cenas que, a meu ver, deveriam ser mais marcantes, passar mais emoção.

O livro, no todo, me surpreendeu um pouco, abordando o tema da revolução e das emoções de Katniss, que tenta superar sua experiência de ter lutado nos Jogos Vorazes ao mesmo tempo que tem de lidar com as desastrosas consequências de seus atos, sempre se preocupando com sua família e com o povo de seu distrito. Comecei a ler a trilogia depois de assistir à primeira adaptação no cinema, e pensei que em cada um dos livros Katniss lutava nos Jogos e vencia. Contudo, a autora construiu um mundo mais complexo, e a trama vai muito além de um reality show sanguinário.

O final do livro é ainda mais surpreendente (se você tem o costume de ler a última página de um livro antes de começá-lo, não o faça com Em Chamas), e descobrimos que a revolução é muito mais complexa e premeditada do que parece; os distritos não começaram a se rebelar somente porque Katniss e Peeta resolveram se suicidar na arena (embora isto tenha sido muito importante; como é dito várias vezes ao longo do livro, Katniss acendeu a “fagulha” da revolução, tornou-se seu símbolo).

Embora o livro e a trilogia não justifiquem toda essa veneração que tem sido vista na internet, merecem ser lidos. Trazem uma boa história, com personagens bem construídos, e também um pouco de reflexão.

★ ★ ★ ★ ☆

A trilogia:


Assine a newsletter!
Receba em seu e-mail, mensalmente, novidades para escritores, leitores e blogueiros, conteúdo exclusivo e os últimos posts do SI&F.

ou siga as atualizações do blog nas redes sociais:
Facebook | Twitter | Google + | Instagram | Pinterest

2 comentários :

  1. Adoraria ler, já vi muitos comentários positivos e a sua resenha está ótima. Agradecemos também pelo selo que mandou para o nosso blog! :) Beijos,
    - Equipe Leitores Possessivos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é bom sim, vale a pena ler. Obrigada pelos elogios!

      Excluir

Sinta-se à vontade para deixar opiniões, dúvidas e sugestões. Se tiver um blog, deixe o link ao final de seu comentário para que eu possa visitá-lo.

Ao comentar, tenha bom senso (ou leia isto), de modo a evitar que seu comentário não seja publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...